Falando comigo...

Posted sexta-feira, 20 de maio de 2011 by Elaine Tasquim Biason

Apesar do meu pai ter tido quatro filhos no primeiro casamento, cresci como filha única até o nascimento da minha irmã quando eu tinha dezessete anos e como não tinha com quem brincar desenvolvi várias técnicas de adaptação!!!

Eu falo sozinha... Não, eu não sou louca, mas sempre adorei conversar e quando não tinha com quem falar, falava sozinha!!!

Quando eu tinha uns doze anos eu falava dentro de casa, quando fazia faxina pra minha mãe e, detalhe, falava em inglês!!! Não, não é esse inglês que a gente aprende na escola, era o MEU inglês, quase um aramaico...

Mas assim galera, deixa eu explicar, eu não falava sozinha, sozinha, eu falava comigo mesma, era um diálogo. Eu falo comigo, eu respondo pra mim, ai eu replico e assim vai.

Quando fui crescendo e ficando mais sem vergonha, comecei a falar na rua... Ai minha gente, foi o vexame total... Quantas vezes eu andava na rua, falando comigo mesma, me respondendo e gesticulando, pq não sei falar sem mexer os braços tipo bonecão do posto.

Meu, tem uns velinhos que acordam cedo e ficam tomando o sol da manhã naquelas cadeiras de área e eu, andando na rua e conversando, sim meu povo, eu falo em voz alta, nada de só mexer a boca não e os velinhos me olhavam achando que eu era maluca, que tava de porre logo de manhã, que usava drogas, sei lá oq eles pensavam, mas todos riam da minha cara, e o pior é que no dia seguinte eu passava pelo mesmo caminho e lá estavam eles de novo...

Arrumei um emprego na FAC - Fundação Assisense de Cultura e trabalhava no Teatro Municipal. Acordava cedo e ia trabalhar, todo dia fazia o mesmo caminho, pq tenho TOC de caminho, só pode ser, não faço caminho diferente a pé e sou invocada com ruas, tem umas que não ando, kkkk (gente, não me julguem, sou normal, juro).

Ai a coisa se intensificou, eu ia trabalhar, falava comigo, me auto respondia, gesticulava feito louca e ainda brigava comigo mesma, com direito a cara feia e voz alterada. Agora vc imagina uma pessoa andando na rua, gesticulando, fazendo cara feia e brigando... Sozinha... kkkkkkkkkkkkkkkkk

Tinha vezes que eu sonhava e o sonho era bacana, ai eu ia pro trabalho terminando o diálogo do sonho, entenderam? Tipo, eu sonhava que estava conversando com minha mãe e era um assunto interessante ou uma briga e eu ia pro meu trabalho continuando o papo. Os idosos me adoravam, tinha um que sempre dava pitaco na minha conversa...

Um dia achei que tava chamando mta atenção... Ai eu, esperta que sou, arrumei um terço e ia com ele nas mãos... Eu achava que as pessoas iam passar por mim e achar que eu tava rezando quando me vissem falando! Não sei se deu certo, mas continuei conversando por muito tempo pelas ruas da cidade...

Hj tem telefone, celular, msn, twitter e não preciso falar sozinha mais...

Mas se eu estiver numa loja e começar a tocar uma música que eu ame por exemplo... Fodeu... Ai eu canto e as vezes danço dentro da loja, rsrsrsrsrs

Mas já percebi que não estou sozinha e outras pessoas fazem o mesmo que eu...

Meu marido vai amanhã comprar um jogo de ginástica pra mim jogar no kinect e eu fico imaginando, que ridiculo, eu fazendo movimentos sozinha em frente da televisão, ai penso: "Você tá doida? Andava falando, parecendo o bonecão do posto e brigando sozinha pra rua e agora tá com vergonha de ficar sozinha fazendo exercicio em frente da TV?"

Fiquei boba depois de adulta e tá na hora de resgatar minhas idiotices que só a adolescencia me deu!!!

Se vc um dia, encontrar uma pessoa desavisada, falando sozinha pelas ruas de São Paulo, pode ser eu. Como reconhecer? Vou estar vestida!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk... Pq se vc não é de São Paulo, deixa te contar uma coisa, aqui tem gente que faz td que eu faço, mas nú, kkkkkkkkkkkk.

Tá vendo como sou normal??? Por favor miamem ainda!!!

16 comentários:

  1. Iara

    Amiga me li agora, sempre falei sozinha, a diferença é que mesmo com celular, msn, twitter eu ainda falo.
    E são assuntos interessantes até, rendem discussões de horas de mim, comigo mesmo.
    Não vou dizer que não faço pelada, porque falo sozinha no banho também, mas na rua é sempre com roupa mesmo. Adoro essa mania que tenho, adoro mesmo, se os outros acham estranho, se me acham louca?problema deles, acho estranho quem anda na rua discutindo com maridos, filhos, namoradas, etc.., eu pelo menos discuto comigo mesmo, quando estou acompanhada converso com as pessoas. E essa é uma coisa em mim que não quero mudar nunca, sabe eu gosto muito de dançar, mas não danço nada, so uma negação total, então quando fico sozinha, coloco uma musica e danço com a vassoura, e ela nunca reclama de eu pisar no pé dela. Viu cada um tem suas loucuras, eu tenho várias. kkkk

  1. Elaine Tasquim Biason

    kkkkkkkkkkkkkkkk, tá vendo como somos normais?
    Anormal é quem não consegue se divertir mesmo sozinha!!! Adorava minhas conversar, discusões e brigas comigo mesma e sabe uma coisa que aprendi?
    A me conhecer... Hj conheço cada pedaço da minha mente e minha alma!!!
    E hj, quando quiser conversar, to aqui!!!
    Beijossssss

  1. Paula...(Cotidiano de uma Amig@)

    Eu tbém falava sozinha , acho que até adolecência...mas acredita que me pego falando quando faxino a casa?! Imaginando certa suposições e por aí vai...aiai, temos que desabafar, mesmo que seja com nós mesmas...rsrs.

    Beijosss querida!

  1. Elaine Tasquim Biason

    Todas temos nossas manias né Paula???
    É bom falarmos com a gente, gritarmos e extravasarmos!!!
    Beijos meu anjo!!

  1. Alberto

    Rsrsrsrsrs...
    Princesa, meu pai sempre diz:
    "Enquanto não estiver rasgando dinheiro tá bom."
    Estou gostando muito do seu blog.
    Eu te amo, minha linda!
    Bjaummm...

  1. Elaine Tasquim Biason

    Nossa amor, tá me chamando de doida??? Dinheiro eu não rasgo não, mas gasto que é uma beleza, quer me emprestar seu cartão de crédito???
    Beijos, tbém te amo!!!

  1. Giuliana:

    Ahaha...que maravilha é ter te adicionado no twitter e chegado aqui, garantia de risada na certa.

    Fiquei te imaginando assim, e já estou preparada, quando for a São Paulo ficarei atenta, vai que tenho a sorte de cruzar com uma pessoa que fala, gesticula, dança sozinha na rua e ainda VESTIDA!!! rs

    Beijos.

  1. Carine Gimenez

    kkkkkkkkkkkkkk
    Também sempre falei sozinha. Falo até hoje.
    Ah,também canto durante o banho e invento coreografias.
    Converso com a tv,com livros e com a internet.
    Às vezes lembro ou penso em algo e dou risadas.
    Claro que já me olharam com medo,surpresa e até dó.
    Ligo não. Sei que sou normal.
    Beijos.

  1. Elaine Tasquim Biason

    Oi Giu...
    Adorei seu comentário amada, mto bom conhecer pessoas como vc.
    Adoro seu blog, babo nas coisas que vc faz, acho td maravilhoso...
    Ontem fui na 25 e tinha uns negos conversando sozinho, me sinto acarinhada ao saber que não sou a unica maluca de Sampa...

    Beijossssss

  1. Elaine Tasquim Biason

    Oi Carine....
    Somos normais menina, acredite!!!
    Dançar no banheiro não danço, pq da ultima vez levei um tombo e meti a testa no box que me deu um olho roxo, lindo, kkkk
    Beijão amada!!!

  1. Dani Pivatelli

    Eu falo sozinhaaaa!!! MAs normalmente ñ sai som! Só gestos! Mas eu não me respndo. Eu projeto alguém.
    Tipo, se eu quiser falar c vc, eu vou imaginar nós 2 conversando (o bom é q vc vai dar a resposta q EU quiser imaginar ahahahaha).

    Mas me diverti mt aqui imaginando os velhinhos dando pitacos na sua conversa! kkkkkk

    Agora, cantar na rua, normal! Nem me importo!! Cantooo mesmoooo!! E danço discretamente. NA adolescência eu dançava O Tchan do Egito no MEIO da rua qd ñ tava vindo carro (e aprendi c/ minha mãe) - e c/ tudo, td requebrado!! kkkk

    MAs pessoa pelada pela rua é de lascar!rs

  1. Dani Pivatelli

    Dançar e cantar no banho é lei!

    Sabe uma coisa em comum: eu tb sou filha única cheia de irmãos! Quer dizer, vc ñ é mais...

  1. Elaine Tasquim Biason

    Oi Dani...
    Bom saber que tem mais gente no nosso clube das que falam sozinhas por ai, quando escrevi o post achei que só eu fazia isso, kkkk...
    Adoro suas visitas, sabe disso, beijokas!!!

  1. Dani Pivatelli

    Hj lembrei de vc: dancei dentro do mercado!

  1. Elaine Tasquim Biason

    Mas eu bem imagino vc fazendo isso mesmo!!!
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  1. Dani Pivatelli

    kkkkkkk Faltou vc p/ dançar comigo!

Postar um comentário

Oba, vc veio comentar? Vou ficar feliz em ler...